sexta-feira, 3 de março de 2017

[TEXTO] O fim, é a salvação?




        O problema é que essa maré de tristeza sempre volta, e não é a tristezinha boba, que dá e logo já passa, é a monstruosa mesmo, a devoradora de alma. Sabe aquela tristeza que lhe causa dor? que lhe sufoca? que faz você sentir vontade de desistir de tudo?
         É claro que a felicidade existe, mas não é feita de plenitude e constante como todos falam, ela é esporádica, alguns escassos momentos que aparece e lhe entrega uma cena fantasiosa, você acha que é feliz pois esse momento é bom, é tudo que você desejou ou apenas lhe causa satisfação, e por esse curto período ao decorrer do tempo, se sente completamente feliz. Mas por que, senhor, esse momento não perdura? não lhe engole nele e fica com você até o fim da vida?
          No fim a tristeza volta, e volta com tudo. Lhe traz todas e velhas lembranças ruins, a angustia volta a atormentar, a melancolia assombra novamente, a dor cresce de uma maneira exagerada, as vezes nem consegue sentir, seu corpo está anestesiado com tanta dor e você precisa se sentir viva de alguma forma, não é? É preciso causar reações em seu corpo, para que ele não definhe nesse estado de vazio. O vazio vem roubar sua paz, em todo canto, não existe nada que faça alguma razão. O silencio é uma variação de paz e de extremo tormento, pois o silencio chega a gritar, e sua alma tanto o seu corpo estão fragilizados e não aguentam mais nada.
         Há quem procure algum tipo de salvação no meio desse assustador sofrimento, mas existe pessoas capazes de enxergar um pouquinho do tamanho dessa dor? Você vai tentar, vai contar um pouco sobre sua tristeza, vai abrir seu coração, mas as respostas serão sempre as mesmas, VOCÊ É FRACA; lamentar para que? olha a vida ótima e incrível que você leva; tudo que você tem e outras pessoas não tem; elas nem um pouco disso tem; você é egoísta; eu, sim, tenho motivos para estar triste, você? não. Mas essas palavras duras são para o seu bem, são para você encarar a realidade e esquecer o drama, pois a vida é boa e é só continuar. Você, inevitavelmente, vai se sentir pior, pior que a pior pessoa existente no mundo, pois vai acabar acreditando nessas palavras que acham ser verdade, a culpa não é delas, na verdade, elas apenas não lhe compreendem, e você estará errada, sempre. Mas você NÃO está errada, e a tristeza está ao seu lado para lhe mostrar isso.
       Você vai acabar se fechando, se encolhendo perante o mundo e pelas pessoas, vai se tornando invisível, em estado de vida perfeita pois tentar se expressar não resolve, você procurou por alivio, conforto e encontrou mais motivos para se sentir mal. Mas se você tem alguma pessoa que te escute e lhe diga uma palavra de compreensão, então levante as mãos para o céu e agradeça, e, nunca deixe essa pessoa escapar, ela pode nunca mais voltar...
         Tão sentimental, tão dramática, tão exagerada. É o que querem que você acredite que seja, mas não é assim, né? Já segurou tantas e boas, foi a mais forte e dura que conseguiu, aguentou até o limite, se está desmoronando é porque não consegue mais suportar, esse fardo está excessivo e você precisa se libertar.
          Empatia é o sentimento mais raro existente, e não se sinta mal por isso, nada que falem vai lhe devolver a alegria novamente, a tristeza é magnética e vai voltar para a sua amada. Não queira que outrem entenda um sentimento que é só seu, ninguém será capaz de compreender o que está passando, que o que você só consegue sentir é a dor. no corpo, na alma. O abismo entre viver e sobreviver vai continuar existindo, você o conheceu faz tempo ou ainda vai conhecer, mas nunca vai se livrar dele. A vontade de não sentir mais nada vai ser enorme, de deitar e descansar, sem se preocupar com nada, não sentir, não existir... Mas eles estão certos, você é fraca, e adia uma certeza absoluta, uma hora ou outra vai acontecer e você não terá culpa, lutou até não aguentar mais, até o fim.
         Talvez a salvação esteja no fim...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

[POESIA] Amar-te-ei




Teu amor é tormento
Que eu diariamente enfrento
O melhor sentimento 
E quero por muito tempo

Palavras são brinquedos
Para expressar meus medos
Eu prefiro esconde-los 
E me entrego ao desespero

O amor acontece 
Você nos fortalece
As birras a gente esquece
E a felicidade permanece


[CARTA DO FUTURO 4] Filha

         


        Oi mamãe, hoje você me disse que sou a melhor coisa que te aconteceu e simplesmente comecei chorar, queria me desculpar, não sei por que eu chorei na verdade. Se foi por você estar a muitos dias tão triste ou se por você pensar que nunca mais será feliz, ou achar que eu sou a unica coisa que te faz feliz. 
        Acho que na verdade foi o seu olhar, você me olhou nos fundos dos olhos e eu vi o tamanha de toda sua dor, ou talvez nem tenha sido isso. Pode ser que o abraço tão apertado e carinhoso tenha sido o responsável, não que você não me abrace sempre que pode, mas é que esse emanava um calor descomunal e acabou me fazendo mal. 
        Eu chorei por você ter dito isso, como se fosse suas ultimas palavras, como se seu abraço me desse um adeus, mas chorei ainda mais quando vi que tinha sido uma tola, pois eu apenas chorei e você saiu do quarto sem uma resposta, chorei tanto quanto é possível pois não lhe retribuí o sentimento.
        Você ainda não me conhece, mas quando chegar esse momento quero que saiba que você é a melhor coisa que me aconteceu nesses enormes cinco anos de vida, e eu não entendo muito bem sobre amor ainda, mas com certeza você detêm todo o meu amor. 

[TEXTO] Se eu não tivesse...

       


         Agora eu me questiono, não que antes não o fizesse porem o peso se tornou um fardo enorme. Se eu não tivesse estudado até tarde para esse concurso que para mim significava vida ou morte (olha a trágica referencia) eu não teria acordado com meia hora de atraso, exatamente 30 minutos que me levaram a onde estou...
          Eu não teria me arrumado as pressas desesperada com esse deslise, não teria chegado ao trabalho esbaforida de tanto correr. Por sorte meu chefe nunca foi um desses trogloditas que querem a pele de seus funcionários, quando cheguei lá fui logo me explicar e ele apenas me pediu para ficar esses monstruosos minutos de atraso depois do expediente. O dia geralmente já era cansativo mas nesse em questão foi maior, acho que o universo persentia o que iria acontecer. Eu era toda felicidade pois ficar até mais tarde não era uma das piores advertências, porem teria menor tempo para estudar.
         Se tudo isso não tivesse acontecido eu não teria pegado o circular as 20:00 hrs totalmente esgotada e cansada, porem no momento a vida seguia e o sonho de finalmente alcançar o que eu queria não estava tão longe, talvez mais alguns meses nessa correria e tudo ficaria bem, mais calmo e tranquilo, aquele pensamento me fez sorrir como em anos não fazia.
         Seu não tivesse acordado atrasada não desceria no ponto final exatamente no momento em que o poste na quadra de cima queimou. Nunca fui medrosa, porem as pessoas e suas crueldades ultimamente me botavam um pouco de medo sim, analisando as minhas opções decidi ir pela outra quadra onde havia o outro poste em perfeito funcionamento.
         Se eu não desejasse tanto passar nesse concurso, se eu não sonhasse por uma vida melhor, se eu não pegasse esse ônibus, se eu não tivesse medo das pessoas, pois elas deveriam ser boas afinal de contas... eu não teria seguido tranquilamente pela calçada, e enquanto eu chegava perto da esquina com o poste que ainda funcionava, não teria me sentido tão mal, e também não teria batido de frente com aquele rapaz ao virar a esquina, dali eu via a minha casa, solitária como eu, aconchegante e quentinha, como eu não fiquei, ela ainda está me esperando eu acho.
         Eu vi seu olhar e isso bastou para me dizer que aquele era o meu fim, não vi de onde veio, na verdade nem a dor da faca sendo enfiada em minha barriga me despertou, foi o medo, a paralisia de saber que por dormir por mais 30 minutos eu estava ali, naquela hora, sendo tirada de mim.
         A minha vida naquele dia foi um grande SE, eu sempre me questionava de brincadeira com esses SE, mas agora eu entendo que eles me levaram a morte.

[TEXTO] Leituras



         Nem sempre a leitura foi um habito entre as pessoas, muito menos atingia a vontade nelas, porém ao decorrer do tempo esse fato acabou mudando. 
         Quando somos crianças e estamos aprendendo a ler, ha uma grande dificuldade de aprendizagem o que acaba estragando a leitura, ligamos a dificuldade ao ato de ler em si. Essa interferência ao decorrer da vida escolar, tratamos o ato de ler como uma obrigação chata que a escola nos faz realizar.
         Apesar de todo conflito chega um momento que podemos escolher, é nessa hora que aprendemos sobre vontade e não obrigação, podemos ler algo do nosso interesse, e essa leitura vai se tornar agradável aos nossos olhos, não mais se restringe a alguma tarefa e sim nos satisfaz.
            Tanto no primeiro momento como no segundo, a leitura é fundamental. Em questões escolares ela nos passa conhecimento sobre assuntos variados, sugestões e desenvolvimentos, múltiplos assuntos. Essas questões nos ajudam a refletir, resolver determinadas tarefas e  nos leva a questionar nossas decisões. 
      Uma leitura realizada apenas pelo prazer, tem tantos ensinamentos como algo escolar, podemos reconhecer dificuldades e problemas para nós desconhecidos, que nos modifica de alguma forma. Aprendemos a ser fortes como determinados personagens, ter coragem e lutar pelo que si quer. No fim de uma leitura, aprendemos com ela e mudamos de acordo com seu significado. 
       Todo tipo de leitura é boa e importante, por menor que seja ela sempre vai nos transmitir alguma lição, por menor que seja, vamos aprender e modificar um pouquinho.
Todo tipo de leitura é essencial.  

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

[TEXTO] Fim do ano




         Está chovendo consecutivamente, interruptamente, diariamente. Está chovendo em todo canto, toda hora e em todo lugar. É fim de ano e o ano foi de chuvas intensas.
          Foi um ano complicado, cheio de reviravoltas de tirar o fôlego. Foi o ano mais triste possível, nunca imaginei que tantas coisas ruins poderiam acontecer em questões de poucos dias, em geral se leva tempo para tanto sofrimento, mas esse ano conseguiu superar a categoria destruição. 
            A ironia entrou por onde? Pois por mais engraçado que seja esse ano foi o melhor de todos, foi a realização de um sonho mais distante e impossível de acontecer. Foi a concretização de que medos são monstrinhos facilmente destrutíveis, e quando acreditamos nos nossos sentimentos eles podem sim se realizar, e quando estamos com quem amamos tudo vale a pena. 
          Em minha volta houve um vendaval de acontecimentos, em qualquer canto alguém estáva insatisfeito.
           O ano está acabando, e chove lá fora. Talvez para demonstrar a tristeza pelas partes ruins ao longo desse ano, são lágrimas em sua forma mais bonita. Talvez são lágrimas de alegrias, pois nem tudo é apenas tristeza.   

quarta-feira, 29 de junho de 2016

[TEXTO] Desejos impossíveis


           Esperamos tanto por algo que não notamos o quanto esse desejo nos consome. Podemos passar horas a fio pensando e remoendo os pequenos detalhes que no fim nos levam ao mesmo problema. Fingimos existir soluções, lutamos contra a realidade e mudamos essa linha. Desenhamos apenas aquilo que queremos.
           Focamos no resultado tão esperado, e esquecemos que nem tudo é ou vai ser como queremos. 
  No fim de tanta dor e sofrimento acabamos por perceber que o que perdemos foi tempo, na espera de algo que nunca existiu.